Cordelteca FMS

LITERATURA DE CORDEL

A literatura de cordel é uma forma única e fascinante de expressão cultural que tem suas raízes profundamente plantadas na rica tradição oral do Nordeste do Brasil. Originária principalmente do sertão nordestino, essa forma de arte popular é caracterizada por sua simplicidade, ritmo cativante e narrativas envolventes. O termo “cordel” vem da prática de pendurar folhetos com histórias, poemas e notícias em cordas ou varais, onde eram vendidos nas feiras e mercados, muitas vezes acompanhados por declamações eloquentes dos vendedores, conhecidos como “cordelistas” ou “folheteiros”.

O conteúdo dos folhetos de cordel abrange uma ampla gama de temas, desde histórias de amor e aventura até lendas folclóricas, críticas sociais e até mesmo relatos de eventos históricos. O estilo é marcado pela métrica simples e pela rima, tornando-os fáceis de serem memorizados e recitados oralmente. Além de sua forma escrita, a literatura de cordel também é preservada e disseminada através de apresentações ao vivo, onde os cordelistas recitam suas criações em praças públicas, festivais e eventos culturais. Essas performances são verdadeiros espetáculos, repletos de energia, improvisação e interação com o público. Em 2018, a literatura de cordel foi reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro, pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A importância da literatura de cordel vai além do entretenimento. Ela desempenha um papel vital na preservação da cultura e da identidade nordestina, transmitindo tradições, valores e conhecimentos de geração em geração. Além disso, serve como uma forma de dar voz às comunidades marginalizadas, permitindo que expressem suas experiências e perspectivas de forma criativa e acessível. Hoje, apesar dos desafios enfrentados pela concorrência com outras formas de entretenimento e pela disseminação da cultura digital, a literatura de cordel continua a prosperar, adaptando-se aos tempos modernos sem perder sua essência única. É uma parte preciosa do patrimônio cultural brasileiro, que merece ser celebrada, apreciada e preservada para as futuras gerações.

A literatura de cordel desempenha um papel significativo na educação brasileira por várias razões:

Preservação da Cultura e Identidade: A literatura de cordel é uma forma de expressão cultural profundamente enraizada nas tradições do povo brasileiro, especialmente do Nordeste. Ao incorporar elementos da cultura popular, como lendas, mitos, costumes e linguagem regional, ela ajuda a preservar e valorizar a rica diversidade cultural do país.

Estímulo à Leitura e Escrita: As narrativas cativantes e acessíveis da literatura de cordel incentivam a leitura entre crianças e jovens, muitos dos quais podem encontrar nela uma forma mais envolvente e acessível de literatura. Além disso, a prática de escrever poemas de cordel pode desenvolver habilidades de escrita criativa e poética nos alunos.

Desenvolvimento da Oralidade: A tradição de recitar e ouvir poemas de cordel em público promove o desenvolvimento da oralidade, habilidade essencial para a comunicação eficaz. Isso é especialmente importante em um país onde a oralidade tem uma importância cultural tão significativa.

Exploração de Temas Sociais e Históricos: Muitos cordéis abordam temas sociais e históricos importantes, como a vida no campo, a seca, a luta pela terra, a religiosidade popular e eventos históricos significativos. Ao estudar esses cordéis, os alunos podem ampliar sua compreensão da sociedade brasileira e de sua própria história.

Incentivo à Criatividade e Expressão Artística: A literatura de cordel valoriza a criatividade e a expressão artística, tanto na composição dos poemas quanto na ilustração dos folhetos. Isso pode inspirar os alunos a explorarem sua própria criatividade e expressarem suas ideias de maneiras diversas.

Inclusão e Diversidade: A natureza inclusiva e diversificada da literatura de cordel, que reflete as diversas vozes e perspectivas da sociedade brasileira, pode promover a valorização da diversidade e a inclusão social nas escolas, incentivando o respeito e a empatia entre os alunos.

Em resumo, a literatura de cordel não só enriquece o currículo escolar com sua riqueza cultural e artística, mas também contribui para o desenvolvimento integral dos alunos, promovendo a valorização da leitura, da escrita, da oralidade, da criatividade e da compreensão da diversidade social e cultural do Brasil.

O acervo de cordel está em desenvolvimento e estão disponíveis para consultas locais pela comunidade em geral. Para consultar os registros clique aqui.